Amor 

Mais um poema pra ela
Jorge Bezerra

À minha amada, Marli

 

Quero te amar

     todas as noites

          e todas as manhãs

 

Ao chegar o sol

     quero te contemplar

         e te admirar reverentemente

 

À tardezinha,

     quero voltar a ti

           na alegria do teu sorriso

 

E à noite, celebrar,

     regiamente, novo conúbio 

         novas juras, novo compromisso

 

Quero pedir a tua mão,

    para beija-la e, de joelhos, 

        me oferecer ao teu amor

 

Ah! Como é doce o teu enlace 

    como é seguro o teu abraço

        como é elenvado estar contigo

 

Te amo, amada minha,

     te espero todos os dias 

           porque és minha e eu sou teu

swipe

Deixe seu comentário